Microorganismos da pele

A pele humana é uma fonte de nutrição para diversos micro-organismos tais como bactérias, fungos, vírus e ácaros.
.
Eles são classificados em dois tipos: 1) transitórios 2) residentes.
.
Os transitórios são trazidos pelo ar, água ou pelo solo. São considerados “amigáveis”, pois não causam doenças e até mesmo constituem-se na nossa primeira linha de defesa contra os agentes infectantes, competindo por território e alimento. São apenas “locatários” do ambiente cutâneo.
.
Os residentes proliferam ao redor do orifício dos pelos, alimentando-se do óleo produzido pelas glândulas sebáceas que por aí é eliminado, principalmente no couro cabeludo, face, axilas e virilha. Os fungos preferem as áreas úmidas sob as mamas, axilas, próximos aos órgãos genitais e entre os dedos dos pés.
.
Os ácaros pertencem ao reino animal e são da mesma família das aranhas e carrapatos. Vivem no interior dos orifícios dos pelos e em determinadas situações de grande proliferação, podem causar irritações na pele. A ocorrência de baixa imunidade contribui para estas alterações.
.
Portanto, sejam transitórios ou residentes, os micro-organismos em nossa pele coexistem pacificamente e não acarretam danos à saúde, contrariamente dos agentes infectantes que são introduzidos após a ruptura da barreira cutânea produzidas por traumatismos ou doenças pré-existentes.
.
Que sejam bem-vindos e acolhidos!
.
Dr Manoel Sternick
Dermatologista Clínica Sternick


Publicado por: Clínica Sternick
Dermatologia com ciência e tecnologia para diagnósticos e tratamentos da pele, cirurgias plásticas e procedimentos estéticos.

Artigos recentes